PROTEINAS!

Qual a melhor: Proteína da Carne ou Whey Protein?

A Proteína da Carne (Beef Protein SNC)

Ela oferece ao consumidor altos níveis de proteína, sem fornecer entretanto quantidades significativas de gordura e de colesterol. Este tipo de proteína é encontrado no mercado com marcas variadas, quase sempre com 0% açúcar, 0% gordura, baixo sódio e 0% colesterol. Outro diferencial considerável é o fato de não haver lactose (substância somente encontrada no leite, que causa intolerância alimentar em uma pequena parte da população).

Com a proteína da carne, o consumidor tem todos os benefícios da carne
vermelha com isenção das substâncias que fazem mal à saúde. Ela auxilia na recuperação muscular, evita a fadiga e melhora o desempenho nos treinos. A carne vermelha também é rica em creatina e o mesmo acontece na proteína da carne em pó, e que torna o produto excelente para quem busca mais força e explosão durante os treinos.

A Proteína do Soro do Leite (Whey Protein SNC)

A grande vantagem do Whey é o perfil de aminoácidos quase idêntico ao humano. Isto significa que nosso organismo consegue aproveitá-la quase integralmente e sem desperdícios, num índice chamado “Valor Biológico”. O Whey atinge uma nota 96 (96% dos aminoácidos são absorvidos e utilizados pelo organismo) contra uma valor de apenas 75 para a proteína da carne.

O Valor biológico do whey é o maior dentre todas as proteínas existentes. O whey protein passa por um processo de filtragem, removendo grande parte da gordura presente no leite, tornando-a mais pura e de melhor absorção. É ótima para auxiliar na recuperação dos músculos, aumento de massa muscular, evita fadiga e melhora o desempenho. A proteína do soro do leite também é rica em BCAA e Glutamina, além de ter uma excelente concentração de leucina (importantíssimo aminoácido para recuperação e ganho muscular que favorece uma maior recuperação).

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *