NÃO DEU…!!!

Eu acho que, para tudo nessa vida, nós dependemos de sorte… Talvez depender seja uma palavra muito forte… Digamos “contar com a sorte”…

Claro, eu algumas coisa precisamos que muito mais sorte do que em outras, e quanto menos tivermos que “contar com a sorte”, mais competentes nós somos…

Por exemplo: Ao jogar na MEGASENA, você precisa contar com 100% de sorte! Não existe nenhuma outra variável… (imaginando que esse jogo não seja roubado)

Já no esporte, a parcela de sorte é MUITO menor!!! Sei lá, coisa de 5%, ou menos! Mas existe! Não podemos negar! Acordar em dia bem, não estar doente, não ventar na hora da prova… Enfim… Pequenas variáveis…

Eu estou bastante satisfeito com o meu resultado!!! Muito mesmo!!! Afinal, NUNCA pensei que poderia nadar para 1’00”47! Foi uma melhora de 1.02 segundo de um tempo que eu achava que era meu limite!!!

Mas não posso negar eu esteja FULO da vida!!! Triste, bravo, irritado! Já tentou mensurar 7 centésimos?! Não piscamos nesse tempo… É MUITO pouco! Talvez faltou um pouquinho daquela famosa “sorte”. Sei que o parece desculpa, mas poxa, fiz tudo direitinho, porque o placar não acusou 1’00”39?!

Para a final, tinha que passar mais forte! Passei! Tinha que atacar mais cedo! Ataquei! Não poderia errar a cegada! Não errei! Que diacho! O que houve?!

Mas… Saio com a minha cabeça erguida! Lutei até o final! Até minha última chance! Considero-me um guerreiro! Sou o mais “velhinho” dessa turma, e ainda dou trabalho… E acho que ainda posso melhorar! Uma pena que não poderei provar isso em Roma! PENA MESMO!!!

De qualquer forma, agradeço a todos que torceram por mim! Tanto aqui no Blog, ou em casa, ou no pensamento… MUITO OBRIGADO! Isso com certeza faz diferença!

E sou agradecido por ter pessoas ao meu lado que me amam, onde a recíproca é verdadeira!

MINHA FAMÍLIA!

Décio, Maria, Carlos, Betinha, Gabi, Fernanda, Rodrigo, Carívio, Rita, Bigodudo, Ruffão, Mel…

OBRIGADO! DE CORAÇÃO!

UM ABRAÇO!!!

FISCHER.

Fiquei triste e irritado! Mas fazer o que?! Nadei muito bem! BOLA PRA FFENTE!

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *