O mundo NÃO acabou!

Sim! Acredite! Perder um jogo de futebol na Copa por 7 x 1 NÃO é o apocalipse!

Aliás, na minha humilde opinião, pode ser o início de um Brasil melhor!

Ontem, pouco antes do apito final, recebi esse texto abaixo… Não sei quem é o autor (o que é uma pena) pois conseguiu expressar com maestria um sentimento idêntico ao meu! Gostaria de poder parabenizá-lo! Postei ontem em meu instagram @edu_fischer e recebi muitas “curtidas”… isso prova que no dia 5 de outubro podemos MUDAR!

Talvez agora, após o efeito “anestesiante” da copa, o povo veja que temos problemas MUITO maiores do que um simples “vexamezinho” em uma partida de futebol…

Como disse minha amiga Joanna Maranhão esses dias: “Tem pessoas morrendo com viaduto “da copa” caindo em suas cabeças, e enquanto isso tem gente postando na rede de dentro dos estádios #estátendocopa…

ACORDA BRASIL!

Leia o texto reflita.

Abraço! FISCHER.
________________________________________

“Isso representa mais que um simples jogo!

Representa a vitória da competência sobre a malandragem! Serve de exemplo para gerações de crianças que saberão que pra vencer na vida tem-se que ralar, treinar, estudar! O grande legado desta copa é o exemplo para gerações do futuro! Que um país é feito por uma população honesta, trabalhadora, e não por uma população transformada em parasita por um governo que nos ensina a receber o alimento na boca e não a lutar para obtê-lo!

A Alemanha ganha com maestria e merecimento! Que nos sirva de lição!

Pátria amada Brasil tem que ser amada todos os dias, no nosso trabalho, no nosso estudo, na nossa honestidade! Amar a pátria em um jogo de futebol e no outro dia roubar o país num ato de corrupção, seja ele qual for, furando uma fila, sonegando impostos, matando, roubando! Que amor à pátria é este! Já chega!!!

O Brasil cansou de ser traído por seu próprio povo! Que sirva de lição para que nos agigantemos para construirmos um país melhor! Educar nossos filhos pra uma geração de vergonha! Uma verdadeira nação que se orgulha de seu povo, e não só de seu futebol!”

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *