PARECE PIADA…

…MAS NÃO É!!!

O papelão do índice dos 200 livre masculino

seg, 22/04/13

por Coach |categoria Troféu Maria Lenk

João de Lucca não entrou com a liminar para nadar a final dos 200 livre. Ganhou da CBDA o direito de fazer uma tomada de tempo em busca do índice para os 200 livre. Nadou sozinho. Depois das finais A, depois das cerimônias de premiação, depois das finais B. Sozinho na piscina e quase ninguém na arquibancada, ou melhor menos do que ninguém pois esta esteve vazia o dia todo.

Nadou para 1:48:72 o que pelo programa de competição era para se comemorar. Acontece que o índice apresentado no programa mostrava 1:48:92 e o índice correto é 1:48:42. Foi o próprio treinador de João de Lucca, Arthur Albiero que informou a Ricardo de Moura o erro. Foi um erro de digitação segundo a CBDA.

João de Lucca não conseguiu o índice, coisa que talvez nem tente no Brasileiro Senior pois tem de voltar as aulas na Universidade de Louisville. Enquanto os demais adversários e possíveis companheiros de revezamento terão esta oportunidade, João de Lucca vai ter de aguardar para saber se a marca feita no Maria Lenk será a suficiente para entrar no revezamento que vai ao Mundial de Barcelona.

NOTA DO FISCHER: Porque será que nada mais me surpreende na CBDA?!?!

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *