MAIS UMA VEZ, PERDEU A OPORTUNIDADE DE FICAR CALADO…!

Como de costume, as palavras do presidente da CBDA – Coaracy Nunes Filho – são inoportunas, infundadas e não condizem com o cargo que exerce.

Novamente, como já ocorreu em outras oportunidades, “Dr.” Coaracy perda a chance de ficar quieto…

Lamentável, mais ao invés de procurar melhorar a condição da natação no Brasil, fica preocupadinho com processos judiciais contra as “pobres” federações…

Achou que sua honra foi ferida presidente, então ao menos demonstre ter alguma…

Segue a infeliz resposta do Presidente:

Boletim 197/13 publicado no site da CBDA no dia de hoje:

Rio de Janeiro, 05 de julho de 2013

Ilmo.Sr.

Presidente de Federação

Permita-me fazer alguns comentários sobre a carta-circular enviada à algumas Federações filiadas à CBDA, de autoria do Sr. Nadylson Rodrigues, no cargo de Presidente da Federação Aquática do Estado de Rondônia, acusando a minha honra pessoal e de Presidente desta Entidade.

Preliminarmente, devo afirmar que após 23 anos à frente desta Confederação, nunca recebi uma carta de reclamação ou pedido que não fosse atendido do Sr. Nadylson Rodrigues,

Desejo esclarecer que em contato com o Presidente Márcio Cunha da Federação Maranhense, o mesmo nos afirmou que desconhecia qualquer movimento para boicotar os Calendários Nacionais da CBDA.

O meu relacionamento com todos os Presidentes, inclusive com o de Rondônia, foi sempre de respeito e de consideração.

Vamos agora tratar dos pedidos do Sr. Nadylson Rodrigues:

Em 2010, foram enviados através do Ofício nº 428 de 13/04/2010,10 cronômetros, pelo ofício 549 de 28/04/2010, enviamos 2 mil medalhas e pelo ofício 810 de 10/06/2010, l note book e uma impressora.

Em 2011, a Federação do Estado de Rondônia recebeu 2 mil medalhas, enviadas através do ofício de 1011 de 28 de julho de 2011.

Em 2012, a Federação Aquática do Estado de Rondônia recebeu através do ofício 904, 2 mil medalhas e ainda foi enviado o seguinte material eletrônico da Colorado Time System: 1 star system, 1 score board, 8 placas modelo TP60F, 1 cabo principal e 16 peras, ou seja, um material eletrônico capaz de realizar qualquer tipo de competição de nível nacional. Em 2012, foi enviado ainda um jogo de raias para piscina de 50 metros.

Em 2013, através do ofício 598 de 29/04/2013, encaminhamos 3 mil medalhas para as competições da Federação filiada. Portanto, comprovamos assim, que atendemos todas as solicitações do Sr.Nadylson Rodrigues
Se mais não fizemos é PORQUE NÃO RECEBEMOS NENHUMA OUTRA SOLICITAÇÃO.

Pelo visto, o Sr Nadylson Rodrigues quer é aparecer por 15 minutos como herói de uma causa, sem nenhum fundamento.

Vamos agora, tratar da nossa missão em Brasília. Fomos com o Sr. Marcelo Amin, Presidente da Federação Aquática de Santa Catarina, com o Dr. Ricardo Leyser, Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento, para solicitar o apoio financeiro às nossas Federações filiadas. O Dr. Ricardo Leyser informou enfaticamente que somente o Ministério poderia auxiliar àquelas Federações que estivessem com todas as Certidões Negativas em dia e através da CBDA.

Alguns Presidentes já estão mandando essas certidões que serão enviadas ao Ministério do Esporte, quando iremos pessoalmente tratar do assunto.

Apesar do Sr Nadylson Rodrigues, a luta irá continuar no Ministério do Esporte.

Repudio inteiramente os termos da carta circular enviada a alguns Presidentes de Federações.

A luta para manter a Confederação de pé com todos os seus programas e projetos em benefício dos esportes aquáticos, levaram a CBDA a estar entre as 3 principais Entidades Nacionais de maior credibilidade e prestígio esportivo, obtendo o maior número de medalhas em Jogos Olímpicos. Nos Jogos Pan-Americanos se a CBDA fosse um país, ficaria em 7º lugar, entre todos os países Panamericanos.

Peço desculpas aos Presidentes por ter me excedido em alguns trechos deste boletim, mas não poderia deixar sem resposta as ignorâncias e os termos usados pelo Sr. Nadylson Rodrigues, para atingir a minha honra pessoal,.

O que espero dessa pessoa agora, é uma retratação, pois se essa atitude não for tomada pelo Presidente da Federação Aquática do Estado de Rondônia, irei estudar um modo de responsabilizá-lo criminalmente por todas as ofensas contidas na carta circular.

Continuo contando com a colaboração e solidariedade de todos.
Atenciosamente,

Coaracy Nunes Filho
Presidente

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *