NÃO ENTENDO…

Quando eu acho que eu já vi de tudo…

Acabo sempre me surpreendendo…!

Tivemos ontem dois episódios lamentáveis aqui no Finkel:

1. Na primeira semi-final dos 50 livre feminino, o placar falhou, e as meninas dessa série, tiveram que nadar novamente ao final da etapa… Ora, para que serve a Pêra e a cronometragem manual? Pra bonito? Ou será que os 3 meios de cronometragem falharam? Acho difícil, mesmo porque, a largada foi válida, e a cronometragem manual é obrigada a ser acionada.

2. Com todos os atletas da final dos 200 costas sentados tranquilamente atrás do bloco de partida, aguardando serem anunciados, o árbitro geral manda 5 deles trocarem seus trajes ou seriam desclassificados, pois o selo da FINA atrás de seus trajes mostravam uma numeração 09/09; Sem saber (tanto o árbitro geral, quanto o diretor da CBDA), que esse número não era referência de ano/modelo, tal qual automóvel no Brasil, mas sim um outro número de controle de lista de liberação da própria FINA. O episódio rendeu uns 15 minutos de troca e destroca de trajes e COM CERTEZA atrapalhou a performance dos envolvidos…

Eu sei que todos nós somos sucetíveis ao erro, mas quando trata-se de CBDA, essas falhas parecem perseguir os pobres atletas…

p.s.: pra quem acha que eu estou puxando o saco do clube que defendo, está enganado… Eu realmente acho a estrutura aqui muito boa. Eu, particularmente, não tive nenhum problema em relação a estrutura de competição… Digo piscinas, arquibancadas, banheiros, etc. Se existem problemas com blocos e placares, essa responsabilidade não pesa sobre os ombros do Minas, mas sobre quem organiza a competição… O clube apenas cede a estrutura física montada.

ABRAÇO!

FISCHER.

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *