DESCANSE EM PAZ RUFFÃO!

Aconteceu…

Tive que tomar umas das decisões mais difíceis da minha vida… A de sacrificar meu grande amigo e cão, o Ruffus.

Ele piorou muito nesses últimos 2 dias. De ontem pra hoje ele não comeu nada, bebeu pouca água, não conseguia levantar sem meu auxílio, sangrava pela boca (tumor) e estava extremamente apático.

A decisão final era minha. O Ruffus era nosso. Meu Pai, minha Mãe, meu irmão e eu. Mas era eu quem deveria dar a última palavra, eu poderia, portanto, mantê-lo vivo. Mas percebi que sua hora havia chegado. Não existia mais qualidade de vida para o meu amigão e ele estava sofrendo. Creio que tomei a decisão certa. Ninguém merece viver em tamanho sofrimento.

Mas afirmo, sem a menor vergonha, que foi muito, mais muito difícil. Não houve meio de controlar o pranto. Chorei muito. Uma tristeza que chegou a dar enjôo.

Levei-o até o seu veterinário de anos, o Dr. Edson. O único veterinário do mundo que mexia a vontade com o Ruffus sem que ele desse uma rosnada sequer. Ele mesmo me disse: “-Não fique triste Eduardo. Cuidei dele por tantos anos que posso afirmar que ele teve uma ótima vida e que fora muito bem tratado”.

Trouxe-me algum alívio…

Se servir de consolo pra mim, caso exista um “céu” para esses bichinhos, o Ruffus está lá agora com certeza!

A primeira injeção foi de um forte anestésico para colocá-lo para dormir. Pouco antes de ele “capotar” pude dar nele um forte abraço e um adeus. Nossa, nunca imaginei que seria tão difícil. Sorte que minha linda noiva estava comigo para me amparar. Obrigado amor!

Depois que ele dormiu, não consegui mais assistir. Dei um último tchau e voltei para casa.

Mais lágrimas no caminho todo…

Gostaria também de agradecer profundamente à Heliane, à Keico, ao Jean e ao Deco pelas muito bonitas palavras de conforto deixadas nos comentários do último post.

É muito bom poder ler coisas desse tipo nessa hora difícil. Obrigado.

O dia 20 de janeiro de 2010 ficará registrado em minha memória. O dia em que perdi meu grande amigo. Parceiro para todo e qualquer momento.

Vai em paz Ruffão. Você transformou a minha vida. Sou hoje uma pessoa muito melhor depois de 16 anos ao seu lado!

OBRIGADO por deixar-me ser seu amigão!

UM ABRAÇO!

FISCHER.

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *