CARTA DE BRETT HAWKE A CRAIG LORD! (Traduzido)…

Brett Hawke é técnico de Auburn, e é técnico de Cielo.

Craig Lord é um dos maiores jornalistas especilizados em natação do mundo. Na verdade, na minha opinião, um IDIOTA!

Ele é contra os trajes e andou falando muito mal dos atletas que nadaram bem com os novos trajes. Mas um detalhe: Ele só fala mal dos atletas não-americanos! Um jornalista parcial e soberbo.

Depois de falar muito mal de Fred Bouquet (Recordista Mundial dos 50 livre), Brett, seu técnico, escreveu uma carta em defesa de seu pupilo. Aliás, QUE CARTA! SHOW DE BOLA! Muito bem escrita, e compactua com o meu pensamento sobre os trajes.

Deem uma olhada:

ABRAÇO!

FISCHER.

“A comunidade da natação recebe o seguinte: O senhor Craig não aprova os novos trajes tecnológicos. Ele está espancando o pobre cavalo até ao ponto de ruptura da outra perna de Barbaro (não compreendi essa expressão). É hora de dar um descanso, Craig. Não é tudo sobre trajes. Em seu último artigo, “Why Ruin Rome With A (nother) Lie?” você tratou um dos meus atletas em especial de uma forma que rompeu-se as fronteiras sobre difamação de caráter. Você disse, várias vezes, que Fred Bousquet não é capaz de quebrar a barreira do 21 segundo sem o traje. Você está 100% confiante de que o traje é o motivo pelo qual ele foi tão rápido como ele foi. E você tem certeza que Fred não é tão rápido sem o traje. No entanto, Alain Bernard usou o mesmo traje. E ele não quebrou o 21 segundos. O Jaked você odeia tanto, foi usada por vários atletas nos Jogos Olímpicos, mas nenhum deles quebrou o 21 segundos. Eu sabia que, antes de ir para a França que Fred era capaz de quebrar o 21 segundos, independentemente do traje que ele escolhesse para vestir. Enquanto você avança atacando esta nova geração de trajes, certifique-se que está mirando na direção certa. Atacar os atletas é atirar no próprio pé.

Se você pretendia ou não, o seu artigo tirou de Fred o trabalho duro que ele fez no ano passado. Você me desacreditou como treinador, e desacreditou a “Quick Coaching”, e também na capacidade dos meus atletas, em razão de seu ódio com um traje de natação. Craig, você tem especulado e encimado ultrajes para assinalar o seu próprio ponto de vista, em um formato que já foi considerado notícia. Ao fazê-lo, você pode ver-se como um mártir para a “pureza do desporto”, mas sacrificar meus atletas e o meu trabalho ao longo do ano é inaceitável.

Este é um momento emocionante para a natação. Ao invés de abraçar esse momento incrível que está ocorrendo, você optou por se debruçar sobre os trajes. Tudo bem, mas quando você começa a atacar os atletas, diga-me como é que isso irá ajudar o esporte? Devo lembrar que Fred foi o primeiro homem a quebrar 19 segundos em uma piscina de jardas? Você se lembra qual o traje que ele usava na época? Lembra o quanto ele superou para os 19 segundos? Não foi o traje então. A verdade é que Fred sempre teve o talento para fazer coisas espantosas. Ele está na melhor forma de sua vida e ele é inteligente o suficiente para nadar com o melhor traje que ele puder encontrar. E você não acha que ele é capaz de nadar como ele tem nadado? Vocês viram o 50 livre em Charlotte? Cullen Jones estava usando um dos trajes que você odeia. Metade da série final estava usando exatamente o mesmo traje que Fred. Fred ganhou a série por mais de meio segundo nos 50. Aquele não era o traje nadando Craig, era Fred.

Michael Jordan deveria ter jogado fora a sua carreira em Chuck Taylors? Usain Bolt deveria usar sapatos planos, enquanto todos os outros na corrida usavam sapatilhas com travas (garras)? De acordo com a sua maneira de pensar, que se tornou muito evidente na Swimnews.com, Jordan foi grande apenas devido aos seus tênis. Assim como Fred só é grande por causa de seu traje. E porque você ainda não teve a coragem de sair e dizer: que a única razão que Michael Phelps ganhou oito medalhas ouro e quebrou todos os recordes mundiais foi devido ao traje que ele usava na época. De acordo com os seus comentários, não poderia ter sido por causa do treinador Bowman. Não poderia ter sido por causa de todo o trabalho que ele fez. E com certeza não é sobre o quão incrível Phelps é como um atleta. É sobre o traje, não é Craig? Acho difícil acreditar nisso. A natação mundial acha difícil acreditar nisso. E você sabe disso. É por isso que você não atacou Phelps. Não, não. Esse cara é fora de limites. Mas o meu atleta francês, orientados por um australiano em Auburn, esse merece muito ser atacado. Ninguém gosta do povo francês em Auburn, né Craig? Então você teve a luz verde para destruir tudo o que ele tem feito.

Não sei por que você acha que tem uma obrigação de escrever sobre os atletas não-americanos da forma como você o faz. Mas chega de comparar meus atletas com esse charlatanismo de trinta anos atrás. Escreva o que você quiser, você tem o direito. Mas quando você escolher arrastar meus atletas pela lama devido aos trajes em seus corpos ou as toucas em suas cabeças, então irei me endereçar diretamente a você.

Enquanto isso, os atletas irão se manter treinando, comendo e respirando natação. Enquanto você senta-se atrás de um computador e tentar escrever sobre ele. Meus nadadores tornar-se-ão mais rápidos e mais fortes, enquanto você saborear sua Coka Diet e tenta descobrir maneiras de desmerecer as suas realizações. E um dia, quando o parafuso solto na cabeça apertar, espero que venha a perceber que as coisas que você escreveu sobre Fred Bousquet e tantos outros atletas, não só eram falsas, mas dolorosas e erradas. Não apenas isso, mas você mais prejudicou do que ajudou a natação. Não é tudo sobre os trajes. É hora de você parar de desacreditar tudo o que se passa em desenvolvimento fenomenal dos atletas por causa de seu ódio por tecido costurados”.

Brett Hawke e Cesar Cielo

About Eduardo Fischer

Eduardo Fischer é catarinense e natural de Joinville. Ex-Atleta Olímpico de natação da seleção brasileira e medalha de bronze no Mundial de Moscou, Fischer defendeu o país em dois Jogos Olímpicos (Sydney/2000 e Atenas/2004), 6 Campeonatos Mundiais e 1 Pan-Americano (Prata e Bronze). Bacharel em Direito e Advogado pela OAB/SC, Eduardo é especialista em Direito Empresarial pela PUC/PR e em Direito Tributário pela LFG/SP. Atualmente aposentado das piscinas, trabalha com Consultoria Tributária em um respeitado escritório de Advocacia (CMMR Advogados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *